Pages

terça-feira, fevereiro 02, 2010

Detentos.

Somos por natureza detentos, não importa de quê, é involuntário. Somos detentos sem querermos ser, mas também não conseguimos escapar das nossas prisões.
Somos detentos de nossos medos, de nossa vergonha, da incapacidade que alguns têm de dizer não, de um namoro que não dá mais certo mas você não consegue dizer adeus, de um casamento que não existe mais paixão e só responsabilidade; não importa de quê, somos prisioneiros. Somos porque não sabemos deixar nossa vontade falar mais alto, não conseguimos dizer: "Sou eu quem mando!". Alguns são presos pelo vício, esses são os mais difíceis de sair. O grande problema em ser um prisioneiro é não perceber que só temos uma vida. Os prisioneiros perpétuos são aqueles que não vivem; apenas sobrevivem. Viver é muito difícil pra quem está atrás das grades. Como escapar, então? É só deixar o que você quer falar mais alto e não preocupar-se com os que os outros vão pensar. Mas eu disse só? Como é difícil! Para fugir tem que dar um passo de cada vez, se for muito brusco o alarme toca e os guardas te jogam em sua cela de novo. Tem que ser tudo bem calculado, e feito bem devagar, silenciosamente. Muito rápido assusta as pessoas, e elas tenderão a se afastar de você. Vá treinando dizer não para coisas irrelevantes, tente perder o medo, vá mudando pra ser um pouco diferente; só não se perca. Quando todos os caminhos tendem a te levar de volta ao cárcere, ande por fora da pista e vá para onde você bem quiser. Os policias vão te procurar por um bom tempo, vai ter uma voz em sua cabeça mandando você voltar por ser muito arriscado. Mas uma hora você perceberá que já estará no meio do caminho, e continuará seguindo em frente. Cuidado pra mais tarde não ter que voltar; só coloque em sua cabeça: Eu também tenho direito a um final feliz.
Alerta! É terminantemente proibido copiar os artigos deste blog.
Clique aqui e veja nossa licença. Plágio é crime previsto no Código Penal. Conheça a Lei 9610

13 Opiniões:

AnaCamila disse...

Estamos presos em nós mesmos.
adorei seu blog...Parabéns...vc escreve bem...
Beijos ;*

www.daqueelejeito.blogspot.com

Pedregulho'S disse...

Todos nós temos o direito de ter um final feliz...

Priscila disse...

E temos que exigir esse direito , né não ?
ameei o blog bela *-* sucesso viu ? ;)
bjs <3

Laryssa Hallak disse...

nooooooooooossa, que lindo o teu texto.
muito lindo mesmo, da vontade de ler várias vezes seguidas. *-*

Estou te seguindo, amei de verdade o teu blog. *-*

http://viciosocirculo.blogspot.com/

Bella Fowl disse...

Adorei o texto, me identifiquei bastante :D

Tem interesse em fazer parceria entre blogs?
http://bella-fowl.blogspot.com/
Minha parceria é por link.

Ação Publicidade e Propaganda disse...

Muitas coisas em nossa vida estarão pra sempre com a gente... cabe a nos fazermos que elas sejam melhores! Assim não nos sentiremos tão presos.

Por Luuu Champps

Liza Santana disse...

É complicado deixar antigos hábitos para trás, destruir nossos próprios medos, escondidos em algum lugar dentro de nós. A mudança interna é difícil, eu sei, mas é necessária.

Gosto do modo como escreves.

Carlos disse...

que texto bacana, amei.
bjs

Natália Ferreira disse...

detentos? coisa assustadora mas inda quando percebemos que é real

Yami disse...

lindo texto, vc definitivamente escreve muito bem!
ainda estou na fase de equilibrar tudo e me livrar das correntes que me prendem...
e sim, todos temos o direito de um final feliz

yami do the secret letters

Poesias-Fran.R.M disse...

Muito bom seu texto, nós vivemos presos no nosso próprio medo de viver,eu vivo muitas vezes presa na timidez, mas isso depende muito do dia, não sei explicar.hehehe

Bjs!

Vanessa disse...

Obrigada pelo comentário. :)
Muito bom o seu texto. Expressa bem a realidade. Acho que cada um é preso de um jeito. Só depende de nós mesmos ter a coragem que é preciso para desprender-se e seguir em frente.
Sucesso com o blog! Parabéns. ;*

Thiago Batticelli disse...

Parabéns pelo texto, pequeno mas que leva à reflexão, muito bom!!!

Postar um comentário

Favor ler o texto primeiro para saber do que está falando, comentários como "Muito bom", "Legal", "Passa no meu blog" serão descartados. Exercitar um pouco a mente crítica para redigir um pequeno fragmento é saudável.Palavrões e frases ofensivas terão o mesmo destino.

No mais, obrigada por estar comentando.

Page copy protected against web site content infringement by Copyscape É terminantemente proibido copiar os artigos deste blog.
Plágio é crime e está previsto no artigo 184 do código penal. Conheça a Lei 9610
.