Pages

segunda-feira, junho 28, 2010

Por quê nos interessa?





Quando você se insere no mundo dos livros, adquire simultaneamente um pensamento diferenciado já que rega a horta do pensamento. E à medida em que essa horta vai sendo regada, seu nível de cultura vai subindo e como consequência vem o questionamento. Você passa a estranhar, questionar e reprovar coisas que antes pareciam normais sem muita filosofia, mas que agora se mostram um tanto quanto absurdas quando olhadas pela lente da reflexão unida ao bom senso. Não que eu me considere um ser humano diferenciado, de Q.I inalcançável, um troféu para a minha família e conhecidos, nada disso. Mas unindo a cultura por mim adquirida a um pouquinho a mais de pensamento me faz indagar: Como revistas de fofoca podem sequer circular, pra que dirás fazer sucesso?
Não entra na minha cabeça como manchetes sem nenhuma bagagem aproveitável podem ser lidas, clicadas ou aprecidas. Notícias como: "Famosos torcem pela seleção brasileira". E na foto famosos daqui do Brasil, porque se fosse ao menos algum ator hollywoodiano a coisa poderia até não ser tão "pleonástica". O que mais seria esperado de celebridades BRASILEIRAS? Torcer pelo adversário? Normalmente não. O grande problema é que os famosos são colocados em um pedestal tão alto, que parece até que eles não são seres humanos como nós. Não, são seres criados por Deus para serem louvados por nós a cada ato. É essa a religião pregada por essas revistas ou sites de fofoca.
Uma manchete que é comum é "Fulaninha toma banho na praia e cochila". E DAÍ? Vai mudar em quê na minha vida se eu souber que a atriz de uma novela qualquer, que nem faz idéia da minha existência, estava na praia? Sério. Se alguém souber a bagagem que isso trará em minha história por favor me informe que até hoje eu não descobri. E olhem que tentei. E o mais engraçado, para não dizer tragicômico, é que as pessoas lêem, e comentam! Sim, existem por aí pessoas que o assunto é o que beltrano, ciclano, fulano andaram fazendo no final de semana. Gente, pelo amor de Deus, com tanta coisa interessante para ser dita! Também não sou alimentada de utopia e hipocrisia, porque não penso que filósofos como Nietzsche, Dostoevisk, Confúncio, são discutidos no dia-a-dia de pessoas comuns, como eu que também não faço isso. Mas qualquer coisa é mais importante do que isso, falem sobre, sei lá, a Copa do Mundo.
Por isso que criamos sub-ídolos, pessoas que estão por aí ganhando muito mais do que quem mereça porque sabendo da repercussão desse tipo de notícia simplesmente inventam polêmica, e sua aparição na televisão é sustentada por isso, por pequenas cenas no cotidiano que valham um click. Temos por exemplo Geisy Arruda, que ninguém sabe ao certo o que ela é, o que ela faz ou o que ela quer, mas ela está em todas; ex-bbb's recém esquecidos que invetam colocar silicone ou namoram uma famosa para reaparecer na mídia, cantores de uma música só, ou atores de uma novela só.
Não importa quão "bombástica" seja a notícia. Nosso cérebro tem potencial para coisas muito mais interessantes do que essas baboseiras de famosos, sem acréscimo nenhum para qualquer pessoa. Usemos nosso direito de falar de modo que valha à pena.
Alerta! É terminantemente proibido copiar os artigos deste blog.
Clique aqui e veja nossa licença. Plágio é crime previsto no Código Penal. Conheça a Lei 9610

17 Opiniões:

amanda mendes. disse...

olha eu gosto muito de ler *-* tenho esse abito a alguns anos já. bem sobre revistas de fofocas e coisas assim eu não curo muito também, realmente essa sobre os famosos brasileiros torcendo pro Brasil é realmente o cumulo é totalmente obvio isso, e ainda tem gente que perde tempo lendo. enfim, concordo com você, são coisas que não tem a menor importância pra mim pessoas que não se sabe nem porque são famosas mas são aeoaiueoa' que não tem talento algum ;~ acho muita futilidade isso.
parabéns pelo texto bjbj ;@

se quiser visitar fique a vontade :}
http://particularinfinityhihi.blogspot.com/

Chrono Einhart Redfield disse...

É a famosa cultura pop inultilmente idolatrada!!!
Eu tenho como idolos profissionais da musica, admiro e me espelho no trabalho deles, mas concordo do modo como é ridiculo como pessoas absorvem tudo que a midia prega.
É triste isso. .-.

DEIVID FRANÇA disse...

Muito obrigado por ter passado por lá e deixado seu comentário !

Masi é meio que de lei, quando mais conhecimento, mais você quer saber.Ai vem o questionamento, as duvidas.
Isso até ecrto ponto é muito bom.

Nat disse...

Ótimo texto, é a mídia impressionista, sempre tentando achar alguma coisa que irá nos alienar ainda mais, sempre procurando um detalhe pequeno pra transformar no ~caso do ano~, sempre agindo como idiota, e tornando os outros que lêem idiotas.
.-.

Maria Luísa. disse...

Gostei muito do seu post, moça, e eu fico REALMENTE feliz quando encontro alguém como você, e vejo que ainda existem pessoas que pensam como eu. Eu também não suporto o valor que a mídia dá a coisas ridiculamente fúteis, como vida de famosos e blá blá blá.
Isso é simplesmente ridículo!
Gostei demais daqui, vou dar uma lida nos outros posts! E estou seguindo você!
Um beijo!

http://photomagias.blogspot.com

Italo Gomes disse...

É impressionante como a nossa cultura valoriza coisas tão futeis..

Como voce disse, uma sub celebridade( dançarinas de funk por exemplo) exibem corpao na praia usando seu novo biquini...tudo bem que é uma cena admiravel..rsrs

Mas e dai? o que isso acrescenta no pais, no povo?

Pior é que da audiencia e muita

http://italoopensador.blogspot.com/

xD

Sweet Darling disse...

Valeu pela visita no meu blog.
Me pergunto como pessoas no mundo de hoje, que tem direito a todo tipo de tecnologia e não sabem utilizar de forma correta (me pergunto se tanta tecnologia não é o motivo de tanta babaquice)...
Jovens ao invés de fazer pesquisas interessantes sobre algum assunto útil, estão procurando saber da vida de pessoas que não sabem nem de onde você veio...
É uma pena que pessoas assim, infelizmente, são a maioria.

Tascio disse...

ótimo blog...a nossa cultura realmente valoriza coisas que nao tem um minimo de valor!

K.Pinheiro disse...

Revistas eu gosto de ler sim... mais sei lá eu nao so mto chegado a livros de historia nao, eu nao sei o pq eu peguei o gosto das coisas de escrever coisas romanticas... mais sei lá né..

Liza Santana disse...

hahaha

Muito bem feito o seu texto, Victória. Realmente, quando passamos a ler mais, aguçamos nosso senso crítico e nos tornamos até mais interessantes. Já havia pensado no que você escreveu na verdade, acho que todo mundo já pensou nisso, mas ninguém teve coragem de falar e concordo plenamente quando critica a falta de criatividade de quem escreve matérias sobre famosos e principalmente a falta do que fazer de quem as lê. Não sou fã de ninguém famoso, não sou a favor das novelas, muito menos desses "famosos instantâneos". Deixa eles lá. Enquanto nos preocupamos em "ser", eles se preocupam em "aparecer".

Parabéns.

Liza Santana

sosacaesosac disse...

bem legal seu post
a mídia aumenta muita as coisas
fazendo com que as pessoas fiquem alienadas
na frente da tv vendo desgraças etc
acho que programa igual Datena, e entre outros
não deveriam existir D:

passa lá no meu (x

:*

Débbiie disse...

[...]"Fulaninha toma banho na praia e cochila". E DAÍ? Vai mudar em quê na minha vida se eu souber que a atriz de uma novela qualquer, que nem faz idéia da minha existência, estava na praia? Sério[...]

é verdade neh, hoje em dia não tem nada de interessante em restas procuro nem ler, até a Veja hoje em dia está uma desgraça; alguns livros também estão uma merda.
aaah eu falo mesmo meew, eu adoro ler; faço medicina e não tenho tempo para ficar no Tititi dos famoso não meew.


Muitoo bom o blog.
to seguindoo !

Tereza disse...

Bom, eu até gosto de ler essas revistas, mas prefiro mesmo ler meus livros lindos e maravilhosos UHEUEHUEHUEHUHE, acho a maioria das revistas mt sem noção, tipo, sem cultura qualquer, a gente não aprende nada com elas, diferentemente dos livros, fica uma lição itals. parabens seu blog ta lindo baby, sucesso

Bruno disse...

Tudo é cultura, no caso, é a do consumo. Os livros ajudam a pensar, estranhar e desnaturalizar tudo isso quenos chega como algo importante. Essas revistas estão aí para produzirem desejo, produzir subjetividades que busquem o modo de vida consumista, com belas casas, peles sedosas, cabelos lisos e corpos magros. O mundo capitalista não vive sem isso, e a mídia é seu principal instrumento. Elas plantam modelos. O bom é que nem todos seguem, e até criticam publicamente, como no teu caso e de seu blog. Parabéns! Nós, sedentos de pensamentos, agradecemos.
Abraço!

Rui disse...

ahaha
realmenteeee
tá tudo futil demais
antes era famoso por algum motivo, agora se é famoso por nada
e nada interessa saber quem tá pegando quem, quem tá indo aonde,.... mas as pessoas adoram
mas é bom saber que tem mais uma pessoa no mundo que pensa diferente

"seria mais facil fazer como todo mundo faz... nao vemos graça nas gracinhas da tv...mas nós que vibramos em outra frequencia, sabemos que nao é bem assim"

Brunosh disse...

é prudente sempre ter uma leitura rolando... Nem que você não tenha tempo para ler a obra inteira, só para folear um pouquinho por dia... Deixa a mente trabalhando

Flor de Liz disse...

oi gostei de seu blog muito criativo, quanto ao texto tudo se vende e o povo compra, questão de cultura.seguindo


http://vilmasl.blogspot.com

Postar um comentário

Favor ler o texto primeiro para saber do que está falando, comentários como "Muito bom", "Legal", "Passa no meu blog" serão descartados. Exercitar um pouco a mente crítica para redigir um pequeno fragmento é saudável.Palavrões e frases ofensivas terão o mesmo destino.

No mais, obrigada por estar comentando.

Page copy protected against web site content infringement by Copyscape É terminantemente proibido copiar os artigos deste blog.
Plágio é crime e está previsto no artigo 184 do código penal. Conheça a Lei 9610
.