Pages

domingo, outubro 10, 2010

Idiocracia



O filme IDIOCRACIA trata-se de uma sociedade onde todas as pessoas inteligentes parecem ter morrido, deixando na Terra só seus filhos idiotas. A sociedade é marcada pelo consumismo e pela vulgaridade, utilizando sexo como publicidade, programas extremamente idiotas sobre bundas  e o idioma inglês está deteriorado. A água foi substituída por um energético e eles têm problemas com o lixo. O conceito do filme é engraçado, uma ótima dica, por sinal, mas nos faz pensar: será que já não estamos vivendo a nossa Idiocracia?


Ao assistir o filme não deixei de pensar se essa será a sociedade que meus filhos viverão, e esse tipo de pensamento me apavora. Apesar dos avanços tecnológicos que marcam nossa geração, estamos regredindo em relação à nossa cultura e preferência. 

Não estamos em um estágio tão crítico como o do filme Idiocracia, e verdadeiramente talvez nunca cheguemos lá; entretanto, visivelmente uma preferência pelo que não nos faça pensar. 

Eis as evidências:

  • O gosto pela leitura está degradado pela facilidade que a televisão nos trouxe, e muitos julgam ler “muito cansativo”, alguns não têm simplesmente a imaginação para se entregar às histórias dos livros, e alguns pais nem se incomodam mais em incentivar a leitura aos filhos.
  • As músicas que fazem sucesso são aquelas que prezam mais o ritmo do que a letra e cantam qualquer coisa somente para encher lingüiça.
  • A internet trouxe a impaciência, por isso redes como Twitter fazem sucesso por só terem 124 caracteres para serem lidos – no máximo.
  • A língua portuguesa sofreu várias modificações, tirando algumas dificuldades, e nós mesmos damos conta de deixá-la mais fácil ainda, abreviando ao extremo para ganhar tempo.
  • Os programas que mais fazem sucesso tratam-se da vida dos outros, problemas familiares, programas “jornalísticos” que “se espremer sai sangue”, realities-shows como Big Brother, novelas de roteiro previsível. Enfim, nada que aguce nosso senso crítico.
  • As pessoas que fazem sucesso são por qualquer outra coisa menos o sua capacidade intelectual, ou melhor, isso é o que parece menos importar. A beleza, bunda, peitos, sorriso, senso de moda, vêm primeiro.
  • Não temos mais autores memoráveis, renomados, como tivemos outrora. Vimos o falecimento de um dos últimos, José Saramago. Que, incrivelmente, muitas pessoas nem sequer ouviram falar em seu nome.
Existem inúmeras razões que poderiam ser citados, mas considero esses os principais, que provam meu argumento.

Estamos sofrendo diariamente uma lavagem cerebral, e, infelizmente, nem com a maior boa vontade do mundo poderíamos fazer uma sociedade extremamente culta.

O que pode ser feito, e é uma gotinha no oceano, é cada um salvar a si e a seus filhos, e fazer com que a ideologia da cultura acima de tudo seja passada ao menos pela geração do seu sobrenome. Educação é algo raro hoje em dia. Salve-se se puder, esse será seu diferencial.
Alerta! É terminantemente proibido copiar os artigos deste blog.
Clique aqui e veja nossa licença. Plágio é crime previsto no Código Penal. Conheça a Lei 9610

9 Opiniões:

César disse...

belo texto...parabéns...adimiro muito quem escreve bem e consegui expressar sua opinião com as palavras.

Alisson disse...

caramba, ja faz um bom tempo que não passo por aqui rs, lembra de mim? rsrs do blog poesias do pensamento, não lembra? rs tudo bem deixa pra lá rsrs
e preciso dizer, como vc é inteligente, eu não te conheço, mas seu bom gosto não pode me enganar rs, sempre gostei desse blog, ultimamente andei meio sumido mas to aqui rs...

Preciso saber mais sobre esse filme, vou tentar assistir, foi muito legal vc ter falado nele, faço parte de um grupo de teatro e to montando uma peça sobre esse tema, veio na hora certa esse post, vou pesquisar melhor, obrigado e continue assim, nunca mude seu jeito de pensar, é muito bom ligar o pc ter gente que ainda gosta de coisas úteis rsrs...Um bjão pra vc...bom domingo, e depois, boa semana, fazer o que né rs
Bjos
http://alisson-monteiro.blogspot.com/

Macaco Pipi disse...

cada um faz o seu e a gente melhora!

William disse...

Obrigado pela visita e estou retribuindo e seguindo também.
A bundologia está infectada na TV brasileira. Claro que uma bunda bonita é bom de se ver...mas a banalização e a idiotice com que estão tratando as pessoas que gostam de TV, filmes...etc, é lamentável.
Sucesso com o blog.

André Alves disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
André Alves disse...

Eu vi o filme sim.
Ele retrata uma "caricatura" da sociedade que vivemos.
Basta ligar a tv que somos alvejados com a "cultura do rebolation" e afins.
Algumas pessoas dizem que não se faz música como antigamente, que não surgirá outra banda como Legião, um outro Tom ou Elis. Para a mídia, o que é bom, vende. Neste sentido as músicas boas foram sepultadas junto com seus intérpretes. Nxixizero e os covers emos comandam as vendas. Rebolation e o forró de plástico também, sem esquecer das swingueiras da vida.
Mas afinal de quem será a culpa?? Dos artistas sem criatividade ou das pessoas que consomem essa produção?
Ainda existe muita coisa boa, muitos artistas com criatividade. Basta procurármos na internet, no circuito alternativo e no cenário independente.
Músicos independentes, não pq não possuem gravadora, mas pq não agradaria a grande massa consumidora da nossa IDIOCRACIA Brasileira.

Gostei da iniciativa, Victória.
Acho que vou postar isso em meu blog.
Estou te seguindo!

André
http://atras-dos-olhos.blogspot.com/
[Crônocas & Casos]

Nath, disse...

Adorei a indicação,vou procurar ver.
O "macaco" disse que cada um fazendo o seu melhora,porém,não é bem assim.
Muitas pessoas não fazem NEM a sua parte,pois acham que não fará diferencia.Esse pensamento que leva a esse tipo de realidade,uma pena.
Me interessei mesmo pelo filme,e pelo post.E você é linda.
Se quiser ler,enfim...
http://seilaasvezesirrita.blogspot.com/2010/10/me-diga-eu-te-amo-com-os-olhos.html

Miolo Mole disse...

Vou procurar ver parece ser interessante apesar do assunto

Lady Baginski disse...

Olá,
gostei muito do seu texto, e não tenho a tirar nada dele, talvez acrescentar, mas como sou uma compulsiva por escrever, provavelmente postarei no meu blog um caminhão de informações.
Fico feliz de saber que ainda há espaços inteligentes assim, e infeliz de saber que realmente a sociedade está regredindo.
Imagino, pensando no seu trecho sobre como estamos degradando o nosso idioma para coisas mais práticas e simplórias, que os homens de neanderthal (não partilho da teoria evolucionista do homo habilis) devem estar nesse momento revirando-se em seus túmulos sem nome e pensando em como nós conseguimos em mil anos destruir um idioma que eles demoraram mais de 10 mil anos pra desenvolver e tornar mais elaborado.

Entre coisas a comentar ainda, sugiro em complemento a esse filme o livro 1984, que tem um perfil de análise social também, o filme desse livro que recomendo é cult, mal feito e antigo, porque ninguém financia coisas inteligentes... Mas mesmo assim, pra quem duvida que o livro seja bom, use o filme como prévia.

Beijos.

Cibele Bumbel Baginski
http://chamanachincha.blogspot.com/

Postar um comentário

Favor ler o texto primeiro para saber do que está falando, comentários como "Muito bom", "Legal", "Passa no meu blog" serão descartados. Exercitar um pouco a mente crítica para redigir um pequeno fragmento é saudável.Palavrões e frases ofensivas terão o mesmo destino.

No mais, obrigada por estar comentando.

Page copy protected against web site content infringement by Copyscape É terminantemente proibido copiar os artigos deste blog.
Plágio é crime e está previsto no artigo 184 do código penal. Conheça a Lei 9610
.